Curso: Tecnologias Assistivas: Favorecendo a aprendizagem e a inclusão social da pessoa com deficiência


Adicionar Fornecedor

A Federação das APAES do Estado de Minas Gerais é uma entidade filantrópica, inscrita no Conselho Estadual de Assistência Social- CEAS- e certificada pelo Ministério de Desenvolvimento Social e Combate à Fome- MDS- sem fins lucrativos, que congrega 430 filiadas, organizadas em 35 Conselhos Regionais, cada um composto, em média, por doze APAES. Em números globais, trata-se do atendimento direto de cerca de 76.000 pessoas com deficiência, envolvendo indiretamente 305.540 familiares.

Nesse contexto, é importante destacar que a FEAPAES-MG presta serviços nas áreas da educação, saúde e assistência social, atendendo às normativas das políticas públicas definidas para cada uma dessas áreas, com atuação nos seguintes eixos estruturantes:

Defesa de Direitos:: inclusão dos direitos das pessoas com deficiência intelectual e múltipla em todas as políticas públicas e o exercício da cidadania nos espaços sociais.
Trabalho em Rede: estabelecimento de alianças estratégicas com vários setores e segmentos sociais, para a melhoria da qualidade de vida e para a inclusão da pessoa com deficiência.
Promoção da Saúde: promoção da atenção integral à pessoa com deficiência intelectual e múltipla, em todo o seu ciclo de vida.
Autogestão, Autodefesa e Família: promoção de condições para que a pessoa com deficiência intelectual e múltipla e sua família possam expressar suas necessidades, ideias e desejos e fazer a defesa dos seus direitos em vários lugares.
Ações de Aprendizagem: realização de ações integradas que garantam a todos os sujeitos beneficiários dos serviços oferecidos nas APAES o máximo desenvolvimento de suas potencialidades, para que alcancem autonomia, independência e boa qualidade de vida.
Inclusão no Trabalho: articulação com os vários setores de formação do estudante/trabalhador e do mercado de trabalho, com vistas à inclusão social e profissional da pessoa com deficiência.

Para proporcionar maior qualidade, unidade e homogeneidade às ações, especialmente na área da formação continuada, de comunicação e de suporte técnico, as APAES do Estado e Minas Gerais formaram a Rede das APAES de Minas Gerais - REDE, que é coordenada pela Federação das APAES do Estado de Minas Gerais. Um dos mais importantes instrumentos de atuação da REDE é a UNIAPAE- Universidade Corporativa, que procura oferecer a todos os envolvidos no processo educativo das pessoas com deficiência a oportunidade de se manter atualizados em relação às descobertas e desenvolvimentos mais recentes na área.

No cumprimento de sua missão, a UNIAPAE – Universidade Corporativa da Unidade Mineira das APAES - organizou o presente curso, visando à capacitação dos profissionais que trabalham nas APAES, extensivo a outros profissionais e estudantes interessados na temática das Tecnologias Assistivas, com o objetivo de atualizar e de aprofundar os conhecimentos sobre o tema.

A UNIAPAE tem como parceiras na oferta desse curso a FACISABH - Faculdade de Ciências Sociais Aplicadas, credenciada pela Portaria MEC 795 de 22/03/2002 e recredenciada pela Portaria MEC Nº 073 de 30/01/2014, cujo acesso poderá ser feito pelo site: www.facisa.com.br e o apoio tecnológico e pedagógico da D&J – Tecnologia Social e Educacional Ltda., cujo acesso poderá ser feito pelo site: www.dj.emp.br.

Esse curso atende a normativa da Secretaria de Estado da Educação, através da Res. SEE Nº 2741 de 20/01/2015, que mantém a exigência de formação especializada em Tecnologias Assistivas para atuar em salas de recursos multifuncionais como professor de AEE.

O foco das ações do Movimento Apaeano sempre esteve voltado para a promoção da autonomia e da independência das pessoas com deficiência, para que, tanto elas quanto suas famílias, possam usufruir de uma vida digna, participativa e feliz.

Em 2013, o Congresso Estadual das APAES de Minas Gerais definiu como tema central “Tecnologias Assistivas: facilitando a independência e a autonomia da Pessoa com DI”

Atualmente, já são desenvolvidos alguns programas, na Rede Apaeana, que utilizam Tecnologias Assistivas inovadoras, para promover a melhoria da qualidade de vida das pessoas com deficiência intelectual e de suas famílias, como: Envelhecimento Saudável; Educação Para e Pelo Lazer e as Escolas de Pais e de Autodefensores.

Também são utilizadas, pelas APAEs mineiras, metodologias como: o Método TEACCH, a Comunicação Alternativa, o Currículo Funcional, os atendimentos nas Oficinas Terapêuticas e nas Salas Ambiências.

Proporcionar à pessoa com deficiência maior independência, melhor qualidade de vida e inclusão social, por meio da ampliação de sua comunicação, mobilidade, controle do ambiente, habilidades de aprendizado, oportunidades de trabalho e de integração com sua família e com a sociedade são objetivos da Tecnologia Assistiva.

Esse é o foco central do curso “Tecnologias Assistivas: Favorecendo a Aprendizagem e a Inclusão Social da Pessoa com Deficiência”, que a UNIAPAE disponibiliza para os profissionais interessados em inovar e aprimorar o seu trabalho.

Objetivo Geral:
Possibilitar aos alunos a oportunidade de conhecer e refletir a respeito da contribuição das Tecnologias Assistivas para o desenvolvimento humano da pessoa com deficiência, em especial no processo de aprendizagem, nas atividades de vida diária, nas atividades ocupacionais e na inserção social.

Objetivos Específicos:
• Ampliar as competências dos profissionais interessados em atuar no processo educacional dos alunos com deficiência, em escolas especiais ou em escolas comuns, como professor de apoio, professor de AEE – Atendimento Educacional Especializado ou de Sala de Recursos Multifuncionais;
• Ampliar a competência de profissionais da educação e da reabilitação na avaliação da deficiência, no processo de aprendizagem, de desenvolvimento e de reabilitação da pessoa com deficiência;
• Conhecer os recursos e as Tecnologias Assistivas disponíveis, para favorecer a independência, a autonomia e a funcionalidade da pessoa com deficiência.

A quem se destina:
Pedagogos, professores, psicólogos, terapeutas ocupacionais, fisioterapeutas, fonoaudiólogos, assistentes sociais e outros profissionais interessados no trabalho voltado para a educação e a reabilitação de pessoas com deficiência intelectual, sensorial e locomotora, com atuação em clínicas de reabilitação, escolas especiais e escolas comuns dotadas de AEE- Atendimento Educacional Especializado ou de Salas de Recursos Multifuncionais.

Carga Horária:
O curso será oferecido de 04 de abril a 15 de julho de 2016, perfazendo 15 semanas de estudos, equivalentes a uma carga horária de 150 horas. Nos primeiros 15 dias do curso, os alunos terão acesso à Capacitação Tecnológica.

Nível do Curso:
Atualização

Investimento do Aluno
O valor total do curso é de R$ 450,00 (quatrocentos e cinquenta reais), podendo ser pago em 3 parcelas de 150,00 sem juros ou conforme disponibilidade da operadora do cartão de crédito.

Observação: O aluno que abandonar o curso ou for reprovado, em qualquer disciplina, não terá direito a restituição.

Atenção alunos reprovados em disciplina das ofertas anteriores do curso:
Os alunos reprovados em alguma disciplina nas ofertas anteriores do curso poderão matricular-se na(s) disciplina(s) em que foram reprovados, mediante o pagamento de R$100,00, por disciplina, de uma única vez, no ato da matrícula. Número de Vagas
Serão oferecidas 300 vagas, podendo a UNIAPAE ampliar o número de vagas, se houver uma demanda superlativa.

Observação: A UNIAPAE se reserva o direito de somente oferecer esse curso com, no mínimo, 150 alunos matriculados, sendo restituídos os valores pagos, caso a oferta do curso não for confirmada.

Período de Inscrição e Matrícula
As inscrições estarão abertas no período de 18 de fevereiro a 31 de março de 2016, no site da UNIAPAE: www.ead-uniapaemg.org.br.

Ao acessar o site, você obterá todas as informações necessárias para efetuar a sua matrícula. Havendo dúvidas, entre em contato pelo telefone: 0800 318 1011 ou pelo email: secretaria@ead-uniapaemg.org.br.

Matrícula para disciplina isolada
O aluno que houver sido reprovado em disciplinas de ofertas anteriores, poderá requerer matrícula isolada na próxima oferta. Para esse fim, deve acessar o ambiente de aprendizagem, clicar em secretaria acadêmica, e abrir um requerimento de matrícula isolada. Preencha no requerimento qual (quais) a(s) disciplina(s) que pretende cursar. Valor por disciplina: R$100,00.

Coordenação do Projeto
Coordenação Geral: Professora Maria do Carmo Menicucci – Coordenadora da UNIAPAE - Mestre em Educação.

Coordenação Pedagógica: Maria Beatriz Gonçalves - D&J - Tecnologia Social e Educacional Ltda. - especialista.

Coordenação de Produção e Tecnologia: Eduardo Marques Duarte - D&J - Tecnologia Social e Educacional Ltda. - Mestre em Educação.

Requisitos Tecnológicos Mínimos para Alunos
Para participar do curso, o aluno deverá possuir ou ter acesso a um computador com as seguintes configurações mínimas:

• Processador Celeron de 1 Ghz;
• 1 Gb de memória RAM;
• Áudio habilitado, para uso com caixas de som ou fones de ouvido;
• Windows XP ou Linux;
• Google Chrome, Firefox ou Internet Explorer, mais recentes
• Acesso à Internet;
• Correio eletrônico pessoal (e-mail).

Durante toda a duração do curso, da inscrição e matrícula à certificação, os alunos terão direito ao suporte tecnológico, exclusivamente no uso do AVA, fornecido pela D&J Tecnologia Social e Educacional, no horário comercial (2ª a 6ª feira, de 8:00 às 12:00h e de 13:00 às 17:00h).


Considerações sobre EAD
A Educação a Distância é uma modalidade de educação que ganhou grande impulso nos últimos tempos, como uma forma válida e eficiente de estudar e aprender, em um contexto em que a demanda de formação permanente tornou-se um imperativo, face à aceleração do desenvolvimento da ciência e da tecnologia. As características mais marcantes dessa modalidade de educação, que a tornam atraente e importante, especialmente para o público adulto são:

• A flexibilidade de tempo e de espaço: o participante acessa os cursos onde estiver e no tempo que escolher, de acordo com sua disponibilidade, bastando para isso que tenha acesso à Internet;
• A capilaridade: atinge as pessoas individualmente, em qualquer local, sendo adaptada a grandes contingentes de público disperso territorialmente;
• A escalabilidade: os programas educativos podem ser ajustados, com baixo nível de investimento, para demandas maiores ou menores de público, uma vez que envolve pouca imobilização de capital;
• A interatividade: o participante interage com os professores, os tutores e os colegas, dirimindo dúvidas, trocando experiências e criando conhecimentos novos;
• A adaptabilidade: o conteúdo pode ser facilmente atualizado ou corrigido.

Por outro lado, trata-se de uma modalidade de ensino que exige um minucioso planejamento prévio e implica em uma criação coletiva. Todo o material didático, as atividades, os objetos de aprendizagem, são propostos, construídos e testados para cada curso, envolvendo o trabalho de uma equipe multidisciplinar constituída por professores/ conteudistas, pedagogos, designers (instrucional, gráfico e de web), analistas, programadores, tutores, revisores, especialistas em áudio e vídeo, em comunicação etc. Os alunos ou participantes, por seu lado, precisam ter disciplina e autonomia, para estudar e aprender sem a presença física do professor e dos colegas. Note-se que essas são duas qualidades essenciais no mundo de hoje, especialmente para o sucesso profissional.

Conteúdo Programático

1. Recursos tecnológicos
• Desenvolvimento tecnológico;
• Avanços tecnológicos e Tecnologia da Informação;
• Uso de tecnologia da Informação no Brasil;
• Benefícios, perigos e desafios do desenvolvimento tecnológico.

2. Desafios do apoio à pessoa com deficiência
• Deficiências sensoriais que dificultam a integração da pessoa com deficiência;
• Deficiências motoras que dificultam a integração da pessoa com deficiência;
• Deficiências de processamento cognitivo, que dificultam a integração da pessoa com deficiência.

3. Acessibilidade
• Acessibilidade e o design acessível;
• Heurísticas de acessibilidade.

4. Tecnologia Assistiva
• Conceituação e caracterização de Tecnologia Assistiva;
• Recursos tecnológicos para os diversos tipos de deficiências4.3. Tecnologia Assistiva em ambiente computacional;
• Dispositivos de acesso ao computador;
• Recursos multimídia e software de apoio.

Professor: Dr. Marcelo Duduchi
Carga Horária: 40 horas

1. Deficiências e dificuldades
• Dificuldades de aprendizagem nos diversos tipos de deficiências;
• O acesso participativo da pessoa com deficiência ao conhecimento.

2. Uso de recursos convencionais de apoio
• Recursos convencionais para comunicação alternativa;
• Recursos convencionais para ensino e aprendizagem, tutoria, avaliação.

3. Uso de recursos tecnológicos de apoio
• Recursos tecnológicos e sistemas computacionais para comunicação alternativa;
• Recursos tecnológicos para ensino e aprendizagem, tutoria, avaliação;
• Recursos multimídia e hipermídia.

4. Pesquisa e uso de recursos avançados
• Recursos computacionais avançados em comunicação alternativa, tutoria e avaliação;
• Pesquisa multidisciplinar em neuropsicolinguística cognitiva.

5. Estratégicas e práticas de uso
• Estratégias de intervenção interdisciplinar e colaborativa;
• Práticas, caminhos e atividades que ajudam o professor a encontrar a melhor maneira de seu aluno com dificuldades aprender;
• Estudos de caso.

Professor: Dr. Marcelo Duduchi
Carga Horária: 40 horas

1. Sistemas de símbolos e sua utilização na comunicação e aprendizagem
• Sistemas de símbolos: origem, universalidade e âmbitos de utilização;
• Diferenças de conceito e de utilização entre símbolos, fotos, imagens e desenhos;
• Sistema de símbolos para a alfabetização e inclusão: Symbolinc;
• Esquemas e convenções;
• Exemplos e resultados obtidos na utilização de símbolos em diferentes contextos;
• Contributos para desenvolvimento de novos símbolos.

2. Escrever com símbolos e construir documentos adaptados
• Regras de ouro para escrita de textos com símbolos;
• Escrita de documentos com símbolos, selecionando os mais adequados tendo em conta os conteúdos e contextos a explorar;
• Utilização de voz gravada, síntese de voz e sons;
• Textos adaptados - técnicas para fazer adaptação de textos;
• Histórias adaptadas - técnicas para construir livros de histórias adaptados;
• Utilização de software educacional para criar textos adaptados (Symbol LAB, Symbol Publisher, Vox4all).

3. Construir recursos para a comunicação
• Pranchas de comunicação - o que são, como construir, como utilizar;
• Livros de comunicação - o que são, como construir, como utilizar;
• “Conversas” com comunicação alternativa;
• Técnicas para criar atividades de comunicação eficazes;
• Exemplos práticos, experiências e testemunhos;
• Utilização de software educacional para construir recursos de comunicação (Vox4all, myHealthPass, Symbol LAB, Symbol Publisher).

4. Construir recursos para a aprendizagem
• Estratégias e exercícios para treino de competências básicas (comunicação oral e escrita, linguagem matemática);
• Técnicas para criar atividades de aprendizagem inovadoras;
• Exemplos práticos, experiências e testemunhos;
• Utilização de software educacional para construir recursos para a aprendizagem (Vox4all, Aventuras 2, Symbol LAB, Symbol Publisher).

Professora: Patrícia Corrêa
Carga Horária: 40 horas

1. Prática em seleção de Tecnologia Assistiva para pessoas com deficiência.
2. Prática em seleção de dispositivos de acesso ao computador para pessoas com deficiência.
3. Prática em seleção de recursos multimídia e softwares de apoio de acesso, para pessoas com deficiência.
4. Prática em seleção de softwares para comunicação alternativa, ensino e aprendizagem, tutoria e avaliação de pessoas com deficiência.
5. Orientações e roteiro para a elaboração de um Plano de Trabalho Detalhado para Educação Especial.

Professor: Dr. Marcelo Duduchi
Carga Horária: 30 horas

Corpo Docente

Professor Dr. Marcelo Duduchi: Possui graduação em Tecnologia em Processamento de Dados pela Faculdade de Tecnologia de São Paulo, CEETEPS (1989), especialização em Automação Industrial pela Escola de Engenharia Industrial (1993), mestrado em Neurociências e Comportamento pela Universidade de São Paulo (1998) e doutorado em Psicologia Experimental pela Universidade de São Paulo (2004). Atualmente é professor pleno da Faculdade de Tecnologia de São Paulo (FATEC) e nos programas de Mestrado do Centro Estadual de Educação Tecnológica Paula Souza (CEETEPS) além de atuar em outros cursos de graduação e pós-graduação na USJT, FIAP, IPOG e INPG. É sócio diretor da empresa Q.S. Serviços de Informática e Educação Ltda. desde 1989. Tem experiência na área de Computação, Neurociências e Psicologia onde pesquisa a construção, interfaces e o desenvolvimento de sistemas computacionais para educação, reeducação, avaliação e comunicação alternativa de pessoas com deficiências além de outros estudos em Ciência Cognitiva, possuindo mais de 200 publicações científicas na área. Atua desde 2001 na docência em ensino superior e pós-graduação em computação, em instituições de ensino públicas e privadas. É membro da Sociedade Brasileira de Computação (SBC) onde atualmente é o Diretor de Secretarias Regionais.

Professora Patrícia Corrêa: Diretora executiva da empresa portuguesa de desenvolvimento de software IMAGINA. É responsável para implementação de projetos de tecnologia e inclusão para a comunicação e aprendizagem junto a Secretarias Municipais de Educação, APAEs e outras instituições similares no Brasil. Com mais de 10 anos de experiência, é formadora especialista de cursos presenciais e à distância nas áreas de tecnologias educacionais, Tecnologia Assistiva, comunicação alternativa e estratégias de aprendizagem. Tem participado como palestrante em diversos eventos e congressos apresentando casos de sucesso, exemplos de projetos e testemunhos na utilização de software para tablet e computador, bem como a pesquisa científica de base inerente a todo o desenvolvimento de software educacional inclusivo.


Quadro de distribuição dos pontos

Atividade Nº de Pontos Nº Tentativas de Acerto
Atividades Avaliativas Até 90 3
Fóruns 10
Atividade de Recuperação 100 1
Trabalho Final 100

A avaliação do Fórum levará em consideração a qualidade da participação e da contribuição do aluno, no debate do tema proposto.


Metodologia
O curso é constituído por 4 (quatro) disciplinas, sendo a quarta disciplina um Trabalho Final de Curso, que será escrito sob orientação, individualmente, a partir da segunda disciplina e entregue ao final do curso.

O curso será ofertado inteiramente em Ambiente Virtual de Aprendizagem-AVA interativo, acessado através da Internet, customizado para a UNIAPAE.O material didático será constituído por: Texto Básico produzido pelos professores conteudistas, textos complementares, atividades avaliativas, páginas web criadas a partir do texto básico, vídeo-aulas, links e outros recursos de suporte à aprendizagem.

As interações individuais e coletivas, entre alunos e tutores e alunos entre si, se darão no próprio AVA, através de instrumentos de Mensagens e Fóruns. Haverá Fóruns Temáticos pontuados, para discussão de temas propostos pelos professores, em cada disciplina.

Avaliação e Certificação
As atividades avaliativas serão realizadas no Ambiente Virtual de Aprendizagem e serão constituídas por: questões de múltipla escolha e correção automática; fóruns pontuados para realização de tarefas coletivas e um trabalho final, constituído por um estudo de caso, com uso de Tecnologia (s) Assistiva (s) estudada (s) no curso.

Terão direito à certificação, emitida pela FACISABH – Faculdade de Ciências Sociais Aplicadas - e UNIAPAE, os alunos que atingirem 70% dos pontos distribuídos em cada Disciplina e no Trabalho final do Curso.

Haverá uma oportunidade de recuperação, no valor total de 100(cem) pontos, após cada disciplina, em data prevista no cronograma do curso, para os alunos em atraso, por motivo justificado, a critério da Coordenação do Projeto e para aqueles com volume de pontos acumulados entre 50 e 70%.